Formamos um grupo de colaboradores e colaboradoras que trabalham no apoio e mobilização da sociedade civil, produção de conhecimento, conscientização e comprometimento de empresas e governos com as melhores práticas globais de transparência e integridade, entre outras atividades.

Atuamos para dar transparência às informações que ficam na sombra. Pesquisamos, interpretamos, divulgamos os fatos. Trazemos conhecimento para enriquecer o debate e ajudar a sociedade e as instituições a exercerem seu papel na luta contra a força destrutiva da corrupção, que gera injustiça e desigualdade. Fazemos isso respeitando os direitos, sem cair numa atitude cega e intolerante.

Conheça abaixo nossos centros institucionais e programas temáticos:

CENTRO DE OPERAÇÕES E ENGAJAMENTO

ícone centro de operações e engajamento

O trabalho programático e administrativo da TI é conduzido a partir do nosso Centro de Operações e Engajamento (COE), pilar principal da infraestrutura da TI no país. As áreas administrativas, como financeira e de recursos humanos são centralizadas aqui, além da comunicação, advocacy, campanhas e administração geral das atividades da TI no Brasil.

CENTRO DE APOIO E INCIDÊNCIA ANTICORRUPÇÃO

ícone centro de apoio e incidência anticorrupção

Operando em mais de 60 países, os ALACs (Advocacy and Legal Advice Centres) são estruturas da Transparência Internacional que prestam apoio e assistência legal confidencial e gratuita a vítimas e testemunhas de corrupção. Oferecendo um mecanismo simples, confiável e viável para as pessoas fazerem suas queixas de corrupção, os ALACs são os instrumentos mais exitosos da TI para fortalecer os cidadãos na luta contra a corrupção. No Brasil, o Centro de Apoio e Incidência Anticorrupção (CAIAC) está atualmente em fase piloto, capacitando-se para entrar em plena operação a partir do segundo semestre de 2019. O CAIAC terá como missão principal fortalecer o trabalho do movimento anticorrupção no Brasil, priorizando o apoio às organizações e ativistas de base que combatem a corrupção nos municípios do Brasil.

CENTRO DE CONHECIMENTO ANTICORRUPÇÃO

ícone centro de conhecimento anticorrupção

Com mais de 20 anos de luta contra a corrupção e presença em mais de 100 países, a TI acumulou um vasto conhecimento sobre a corrupção e suas soluções. Pesquisando e aprendendo com a prática, ela desenvolveu um amplo portfólio de publicações, bancos de dados, índices, metodologias, métodos de treinamento e até mesmo um centro de atendimento para ativistas e profissionais de áreas que podem influenciar no combate à corrupção. Esse conhecimento, aliado à sua extensa rede de especialistas, levou a TI a ser reconhecida como o principal think-tank sobre transparência e boa governança no mundo. Uma parte fundamental da estratégia da TI no Brasil é que o estabelecimento do Centro de Conhecimento Anticorrupção (CCA) possa aproximar a produção de conhecimento da TI a outras comunidades epistêmicas, principalmente no chamado "Sul Global". Ainda em fase de incubação, o CCA tem como meta expandir nossa pesquisa aplicada às especificidades da luta contra a corrupção nos países em vias de desenvolvimento e servir como vetor de sistematização e compartilhamento de conhecimento anticorrupção entre os países do Sul Global.

PROGRAMA DE INTEGRIDADE EM MERCADOS EMERGENTES

ícone programa de integridade em mercados emergentes

A Transparência Internacional acredita que estimular a integridade no setor privado é essencial para que o combate à corrupção seja efetivo. Os Princípios de Negócios para Combater o Suborno (Business Principles for Countering Bribery), criados há mais de 15 anos pela TI, tiveram papel embrionário de fundamentar tecnicamente a maioria das iniciativas que hoje existem para promover padrões globais de integridade no setor privado. Hoje, a TI atua em diversos países com foco nos negócios e tem uma ampla gama de ferramentas criadas para incentivar empresas no desenvolvimento de programas anticorrupção, governos na promoção de reformas em áreas importantes relacionadas aos negócios e sociedade civil no monitoramento e engajamento do setor privado. A atuação da TI no setor privado, em âmbito internacional, integra nosso Programa de Integridade em Negócios (Business Integrity Programme), coordenado pelo Secretariado da TI em Berlim. O Programa de Integridade em Mercados Emergentes (PIME) é nosso núcleo de produção de conteúdo e de engajamento em prol da integridade corporativa, estimulando a adoção de melhores práticas de integridade nos negócios no Brasil e levando as lições do caso brasileiro a outros mercados emergentes. O PIME segue a lógica da atuação da TI no Brasil como base para incidir regionalmente e em outras esferas de influência do país, como os BRICS.

PROGRAMA DE INTEGRIDADE SOCIOAMBIENTAL

ícone programa de integridade socioambiental

A corrupção no setor ambiental ameaça seriamente a capacidade do Brasil de atingir um desenvolvimento sustentável. A TI, através do Programa de Integridade Socioambiental (PISA), busca contribuir com a agenda ambiental agregando nosso conhecimento sobre esquemas de corrupção que afetam amplamente os desafios socioambientais, principalmente em áreas sensíveis como o licenciamento ambiental, registro de terras, indústria extrativa, grandes obras de infraestrutura e o financiamento climático. O PISA toma também como referência o histórico de atuação da TI nesta área, em âmbito global, desde a promoção da Iniciativa de Transparência nas Indústrias Extrativas até nosso Programa de Integridade em Financiamento Climático. As metas são, de um lado, a melhoria dos marcos regulatórios, procedimentos e capacidade institucional de órgãos públicos e, de outro, a mudança de comportamento dos agentes privados. Para gerar uma mudança efetiva e sustentável é preciso identificar claramente as reformas necessárias e assegurar amplo apoio do setor público e outras partes envolvidas (empresas, comunidades, imprensa, entre outros) na implementação dessas mudanças.

PROGRAMA DE GOVERNANÇA LOCAL: CIDADES E COMUNIDADES

ícone programa de governança local: cidades e comunidades

A disparidade entre os mecanismos nacionais (nível federal) e subnacionais (níveis estadual e municipal) de controle da corrupção é enorme. A corrupção local afeta mais diretamente o dia a dia das pessoas e, o mais importante, suas redes locais assentam os pilares de suporte da grande corrupção em níveis nacional e transnacional. Porém, a corrupção local, embora disseminada, em geral é realizada com esquemas relativamente pouco sofisticados, que podem ser identificados e reprimidos com mais facilidade que aqueles da grande corrupção. Os maiores desafios nesse caso são as muitas frentes de atuação, a falta de capacidade do estado e da sociedade civil e os contextos potencialmente violentos que impedem o controle social através do medo. Com a difusão do conhecimento, desenvolvimento de capacidades e de condições seguras, soluções simples contra a corrupção poderão ser replicadas com eficiência em milhares de municípios brasileiros. O Programa de Governança Local da TI tem como metas, de um lado, o avanço dos sistemas e processos públicos e, de outro, a mudança de comportamento dos atores privados.