ÍNDICE DE
PERCEPÇÃO
DA CORRUPÇÃO
2020

O Índice de Percepção da Corrupção é o principal indicador de corrupção do mundo.

Produzido desde 1995 pela Transparência Internacional, o IPC avalia 180 países e territórios e os atribui notas em uma escala entre 0 (quando o país é percebido como altamente corrupto) e 100 (quando o país é percebido como muito íntegro).

O índice é a referência mais utilizada no mundo por tomadores de decisão dos setores público e privado para avaliação de riscos e planejamento de suas ações.

Resultado global

A composição do Índice de Percepção da Corrupção é feita através de 13 fontes distintas, produzidas por instituições reconhecidas internacionalmente, como o Banco Mundial e o Fórum Econômico Mundial.

A metodologia completa do IPC e as fontes de dados podem ser acessadas aqui.

5 países melhor avaliados no IPC 2020

Bandeira da DinamarcaDinamarca88
Nova Zelândia88
Finlândia85
Singapura85
Suécia85

5 países pior avaliados no IPC 2020

Bandeira da VenezuelaVenezuela15
Bandeira do IêmenIêmen15
Bandeira da SíriaSíria14
Bandeira da SomáliaSomália12
Bandeira do Sudão do SulSudão do Sul12

Com 38 pontos, Brasil permanece estagnado em patamar ruim

A variação de 35 pontos, em 2019, para 38 pontos, em 2020, está dentro da margem de erro da pesquisa (4,1 pontos para mais ou para menos). Isto significa que a percepção da corrupção no Brasil permanece estagnada em patamar muito ruim, abaixo da média dos BRICS (39), da média regional para a América Latina e o Caribe (41) e mundial (43) e ainda mais distante da média dos países do G20 (54) e da OCDE (64).

O aumento fez o país passar da 106ª posição para a 94ª, num ranking de 180 países e territórios, ainda atrás de países como Colômbia, Turquia e China.

A Transparência Internacional alerta que o país enfrenta sérios retrocessos no combate à corrupção, denunciados no relatório Brazil: Setbacks in the Legal and Institutional Anti-Corruption Frameworks.

POR QUE NÃO CONSEGUIMOS AVANÇAR SIGNIFICATIVAMENTE NO COMBATE À CORRUPÇÃO?

A luta contra a corrupção, que foi bandeira de boa parte da classe política eleita nos últimos anos, não se transformou em medidas concretas de enfrentamento do problema. Nenhuma agenda efetiva de reformas anticorrupção foi apoiada pelo governo e aprovada pelo Congresso. Pelo contrário, ocorreram graves retrocessos institucionais, principalmente com a perda de independência de órgãos fundamentais como a Procuradoria-Geral da República e a Polícia Federal.

Além disso, o avanço do autoritarismo, com ataques crescentes aos jornalistas e à sociedade civil, ameaça outra frente essencial para a luta contra a corrupção: a produção de informação de interesse público e o controle social.

Em 2020, com a pandemia do coronavírus, as atenções se voltaram para o enfrentamento da crise sem precedentes. Com a necessidade real de responder urgentemente às necessidades da sociedade, os riscos de corrupção também aumentaram. No mundo inteiro, foram inúmeros os casos de corrupção, que mostraram suas consequências mais perversas em meio à terrível crise humanitária. Em nosso país, a falta de integridade de nossos governantes literalmente tirou o oxigênio das pessoas.

Toda grande crise acelera a história. Mas para qual direção? Estamos em uma encruzilhada histórica em que podemos agravar injustiças estruturais ou aproveitar este momento de grandes transformações para atacar os problemas pela raiz. Agora, mais do que nunca, será necessário que as grandes decisões sejam tomadas com transparência, com integridade e em nome do bem comum.

Não será através de soluções populistas e autoritárias que construiremos um país íntegro e justo. Será através do fortalecimento da nossa democracia e de uma cidadania consciente, unida, livre e ativa na luta por seus direitos.

RETROSPECTIVA BRASIL 2020

Brazil Annual Review 2020

A Retrospectiva Brasil 2020 é uma análise exclusiva da Transparência Internacional – Brasil sobre avanços e retrocessos na luta contra a corrupção em nosso país ao longo do último ano.

COMO AVANÇAR?

Para que o Brasil efetivamente avance no combate à corrupção e alcance melhores resultados no IPC, é prioritário a implementação de reformas que ataquem as causas estruturais do problema.

Congresso Nacional deve deliberar e aprovar reformas estruturais anticorrupção baseadas no pacote de medidas elaboradas por especialistas brasileiros: as “Novas Medidas contra a Corrupção”.

Junte-se a nós!

Com seu apoio, continuaremos produzindo ferramentas que ajudam toda a sociedade a entender e combater a corrupção.

Fique por dentro do nosso trabalho:

Metodologia

O Índice de Percepção da Corrupção é um estudo global produzido pelo Secretariado da Transparency International desde 1995.

O IPC 2019 é calculado usando 13 fontes de dados diferentes, de 12 instituições distintas, que capturam percepções de corrupção nos últimos dois anos.

A metodologia completa, em inglês, está disponível para download neste link.

O conjunto de dados completo, em formato .xlsx, pode ser baixado neste link.

Transparência Internacional – Brasil

© Exceto quando indicado de outra forma, o conteúdo deste site é distribuído sob uma licença CC BY-ND 4.0. Os ícones utilizados nas bandeiras dos países foram produzidos por Freepik e Roundicons e disponibilizados em flaticon.com.

Política de Privacidade

Compartilhe